Psicóloga Daniela Barone dá dicas úteis de educação infantil para os pais

A psicóloga Daniela Barone, da cínica Sistema D, da Pedra Branca, em Palhoça, é um dos principais nomes quando se trata de desenvolvimento infantil.
Especialista na área, ela concedeu esta breve entrevista com dicas úteis para os pais entrar 2022 preparados para lidar com os dilemas dos filhos.
 

Com o impacto do Covid, como ficam as matrículas para 2022?

. Devido à duração e aos prejuízos causados pela pandemia, a educação sofreu fortes consequências em relação à evasão escolar e atrasos na aprendizagem, deixando uma forte expectativa sobre 2022.
Assim, muitas instituições particulares adotaram estratégias, através de descontos e novos serviços, para garantir as rematrículas e captar novos alunos. Além disso, o foco mantém-se em como estimular e recuperar os processos de ensino de aprendizagem voltados ao bem-estar do estudante.
O acolhimento e a orientação às famílias são algumas das possíveis estratégias para enfrentar as questões agravadas durante a pandemia.
 

Janeiro é férias para a escola também?

O mês de janeiro é de descanso para todos os estudantes, porém de muitos estudos e preparação por parte dos professores.
É um período em que as escolas destinam o seu tempo para capacitar e atualizar seu corpo docente, além de planejar o cronograma escolar para o ano letivo.  Além disso, são preparados materiais, atividades e avaliações que serão utilizadas ao longo do ano durante as aulas, e agendamentos de reunião de pais e coordenadores; com o intuito de preparar o retorno dos alunos à escola de forma organizada e possibilitar um bom acolhimento.
 

A educação inclusiva está em voga. Como ela contribui para o desenvolvimento infantil?

Sabemos que aprender, desenvolver habilidades e ser incluído na sociedade é um direito de todos. A Educação Inclusiva atua, justamente, nesse contexto, buscando transformar a escola em um espaço de integração entre o ensino regular e o ensino especial.
A Educação Inclusiva tem como objetivo oferecer suportes distintos para as crianças e adolescentes com necessidades especiais. Ela parte do princípio de promover a igualdade de oportunidades no âmbito da educação, englobando todos os envolvidos no processo educacional, como a escola, os gestores e professores, alunos e responsáveis.
Dessa forma, o modelo da Educação Inclusiva é uma ação política, social, cultural e pedagógica, que promove a diversidade, o respeito e o direito ao aprendizado a todos os estudantes. Visa trazer resultados positivos para a aprendizagem de todos, além de conseguir envolver a comunidade escolar – e externa – para pensar em soluções, inovações e novos modelos de ensino.

(Fonte: RMC R\Macuco Comunicação)
(Foto: Divulgação)

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*