Prefeitura realiza segunda palestra do eixo Ciclo nas Escolas

Originalmente oferecido na rede de saúde, programa dedicado a combater a pobreza menstrual chegou à comunidade escolar

O auditório da Faculdade Municipal de Palhoça (FMP) recebeu, nesta quinta-feira (4), a segunda palestra organizada pela Prefeitura de Palhoça dentro do eixo Ciclo nas Escolas, a nova fase do programa Ciclo, que tem a missão de combater a chamada “pobreza menstrual”.

O Programa Ciclo foi criado em dezembro de 2020, e desde então, já distribuiu mais de 10 mil absorventes para mulheres e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. Os produtos de higiene íntima estão disponíveis em todas as unidades básicas de saúde.

A Prefeitura ampliou o programa em setembro, com o lançamento do eixo Ciclo nas Escolas, que tem o objetivo de levar informação a alunas do 5º ao 9º ano da rede municipal de ensino, com foco na saúde e na higiene feminina e na educação menstrual.

O primeiro ato desta nova etapa foi uma palestra que a médica ginecologista obstetra Dra. Maristela Terezinha Francener ministrou a orientadores de escolas municipais no dia 28 de setembro. E nesta quinta-feira (4), a Dra. Maristela realizou a segunda palestra, para 49 inscritos, entre diretores e professores da rede municipal de ensino.

As palestras têm o objetivo de oferecer capacitação aos profissionais da educação da rede municipal sobre a temática, com o objetivo de fornecer informações importantes para entender, ajudar e acolher as alunas durante o período menstrual.

A palestra da ginecologista obstetra girou sobre os temas: a compreensão da fase da vida das alunas, com a puberdade e o início da adolescência; a compreensão do ciclo menstrual e do aparelho genital feminino; a incidência de puberdade precoce e da gravidez na adolescência; a desmistificação do tema, com o objetivo de que deixe de ser um tabu; e o próprio programa Ciclo.

“Estamos dando mais um passo dentro do programa Ciclo, capacitando nossos gestores escolares para orientar as meninas das nossas escolas nesta etapa tão importante da vida, que é o início do período menstrual”, avaliou o prefeito Eduardo Freccia, presente no evento. Quem também participou do encontro nesta quinta-feira (4) foi o secretário de Saúde, Rosiney Horácio. “Atualmente, o programa já está disponível em todas as unidades de saúde do município e já realizou a entrega de mais de 10 mil unidades de absorventes. Seguimos, agora, com as próximas etapas, capacitando os colaboradores da educação para abordagens de orientação nas unidades escolares”, refletiu Rosiney.

Além da capacitação dos profissionais de educação, o eixo Ciclo nas Escolas tem outros três objetivos: a realização de palestras para alunas da rede municipal de ensino (do 5º ao 9º ano escolar, com idades entre 10 e 15 anos) sobre higiene feminina e educação menstrual, com a intenção de disseminar assuntos básicos e necessários, relacionados à saúde; o combate à pobreza menstrual nas escolas, por meio da disseminação de informações sobre o período menstrual e da distribuição de kits de absorventes higiênicos femininos (diurnos e noturnos), mensalmente, para as meninas que já menstruam; e a redução no número de faltas das alunas em dias letivos por conta do período menstrual, evitando prejuízos relacionados à aprendizagem e ao rendimento escolar.

(Foto: SECOM/PMP)

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*