Prefeito Eduardo Freccia visita o Contorno Viário

Intenção é avaliar os danos provocados à comunidade no entorno do trecho em obras em Palhoça e cobrar melhorias

O prefeito Eduardo Freccia realizou, na manhã desta terça-feira (17), uma vistoria às obras do Contorno Viário em Palhoça, para avaliar os danos que a construção da nova rodovia tem provocado no entorno do trecho em obras.

Uma situação que vem trazendo problemas ao sistema viário e, principalmente, afetando o cotidiano da população em diferentes localidades. “Nós estamos cobrando ações da concessionária Arteris para a realização de melhorias para a comunidade. Fizemos uma análise de todos os pontos e vamos cobrar soluções imediatas. Caso isso não ocorra, iremos acionar a concessionária judicialmente, para que tenhamos resultados”, explica o prefeito Eduardo.

Eduardo Freccia lembra que o caminho judicial tomado em fevereiro de 2019, quando o município levou a questão da mobilidade urbana à Justiça Federal, resultou em avanços significativos, como a retomada da própria obra do Contorno Viário, na época paralisada, e a construção da terceira pista na BR-101 na Grande Florianópolis, sentido Norte.

A maior preocupação do prefeito Eduardo é com relação ao cumprimento dos acordos firmados com a empresa Camargo Corrêa Infra, que era responsável por cerca de 12 quilômetros de obras (inclusive dois túneis e os trevos de interseção com a BR-282 e com a BR-101, em Palhoça), mas está rescindindo o contrato e será substituída para a sequência dos trabalhos de construção do Contorno Viário. “Nós chamamos a Arteris porque não conseguimos evoluir nessas demandas com a Camargo Corrêa Infra e a preocupação é: com a saída da Camargo Corrêa, quem assumirá esse passivo do município? Por isso, a cobrança veemente sobre a Arteris e por isso cogitamos a possibilidade de ajuizarmos uma ação judicial para que o município seja recompensado por esses danos e tenha o problema resolvido nas comunidades atendidas”, esclarece o prefeito Eduardo.

Mas a intenção do prefeito é manter o diálogo cordial com a concessionária e garantir a execução das melhorias sem precisar acionar a Justiça. No dia 3 de maio, o prefeito havia recebido representantes da Arteris Litoral Sul para uma reunião, em seu gabinete, na Prefeitura de Palhoça, onde foram discutidas as solicitações que a Prefeitura vem fazendo periodicamente para melhorar a vida dos palhocenses que vivem no entorno das obras do Contorno Viário da Grande Florianópolis, em especial, nos trechos sob responsabilidade da Camargo Corrêa Infra.

Durante aquele encontro, foram abordados problemas acarretados pelas obras no Morro do Gato, no Morro do Cipó, no Pagará e, principalmente, no entroncamento da BR-282 com a Avenida São Cristóvão, nos limites do Aririú com o Alto Arirú, um dos principais trechos da obra e que tem provocado dor de cabeça à comunidade local.

Os representantes da concessionária informaram, na ocasião, que fariam a repavimentação do trecho do entroncamento da BR-282 com a Avenida São Cristóvão em um prazo de 15 dias. O prazo foi atendido e a pavimentação está concluída.

Além da melhoria executada pela Arteris, nesta primeira quinzena de maio, a Prefeitura também promoveu, com recursos próprios, a instalação de um novo sistema de iluminação pública provisório no entorno das obras do novo entroncamento da BR-282 com a Avenida São Cristóvão, para oferecer maior segurança à população.

(Fonte/Foto: SECOM/PMP)

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*