Pejotização

A denominada “Pejotização”, cuja contratação de mão de obra de pessoa física é realizada através de Pessoa Jurídica sem carteira de trabalho assinada para reduzir encargos sociais, sempre foi condenada pela Justiça do Trabalho.

Em decisão recente o Tribunal Superior do Trabalho adotou a flexibilização desse meio de contratação para casos que envolvem altos empregados ou profissionais liberais. Segundo o advogado trabalhista e professor Luciano Viveiros, a opção possibilitará ao empresariado reduzir custos sobre a folha de pagamento.

Viveiros aponta que esta flexibilização beneficiará profissionais de TI, médicos, advogados e administradores.

Para Santa Catarina, com forte parque industrial e latente prestação de serviços, é uma oportunidade singular de contar com essa modalidade de contratação com redução de custos e manutenção do emprego.

(Fonte: RMC R\Macuco Comunicação / Foto: Divulgação)

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*