CHEERS: VOCÊ CONHECE A HISTÓRIA POR TRÁS DA TRADIÇÃO DO BRINDE?

(POR MIKAELA PAIM)

O ato simbólico que revela o costume de saudar as boas novas

Hoje o brinde é símbolo de alegria e confraternização, mas a história desse gesto tem origens inusitadas e interessantes que valem serem relembradas.

Na mitologia era comum servir de oferenda aos deuses, na Grécia ao deus do vinho Dionísio, erguendo a taça (movimento que replicamos até hoje) e em Roma com o deus festivo Baco, se jogava a primeira parte da bebida no chão, onde surgiu o que conhecemos no Brasil como “o gole do santo”.

Durante as guerras e períodos de conquistas territoriais era comum assassinar os inimigos colocando veneno na bebida. Os povos inimigos se reuniam em jantares ou festas entre os líderes para declarar paz, mas com este ato aparentemente de boa fé, muitas vezes escondiam o envenenamento. A tradição era erguer a taça e em seguida assistir seu inimigo deleitando-se da bebida.

“Inclusive há suspeitas que a profissão do sommèliere de vinho surgiu para que o próprio tomasse o primeiro gole da bebida para garantir a vida do Rei. O brinde, então, surgiu como um ato de lealdade e paz, onde ambos os líderes brindavam, durante o ato se olhavam nos olhos e bebiam ao mesmo tempo, em sinal de confiança. Há registros, inclusive, de que muitas vezes até trocavam de taças”, conta a sommèliere e única brasileira especialista em todos os tipos de bebidas, azeites e charutos, Mikaela Paim.

“Cheers”, palavra mundialmente conhecida e celebrada também tem outros nomes pelo mundo: no Brasil “Tim-tim”, na Itália “Salute”, na França “Santé”, na Alemanha Prosit, na Holanda Proost. Os Suecos saudam com “Skal”, que significa crânio, costume adquirido dos ascendentes vikings que transformavam os crânios dos inimigos mortos em canecas para suas cervejas.

“Ainda mais curioso na Inglaterra que clamam por “Toast”, que em português significa torrada, mas é que vem do fato histórico de que se compartilhava a taça de vinho e no final havia um pedaço de pão torrado”, conclui Mikaela Paim.

Invariavelmente em todo planeta, todas as boas novas e datas importantes se comemoram com brinde. E agora, virtualmente, esse ritual continuará a se propagar.

(Fotos: Namour Filho)

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*