Rei e Rainha do Mar movimenta Florianópolis

Evento esportivo reuniu cerca de 1.500 pessoas na capital catarinense

Foto: Gabriel Vanini – natação

Por: Amanda Beker – Assessora de Imprensa

A praia de Jurerê Internacional já pode ser considerada o polo sul do maior evento esportivo de praias do Brasil. Após a segunda edição de sucesso no local, realizada no último domingo (18), o Circuito Petrobras Rei e Rainha do Mar reuniu aproximadamente 1.5mil entusiastas do esporte, sendo 60% destes vindo de fora da cidade. A primeira prova teve início às 7h, com a largada do Beach Run, e o evento acabou cerca de 13h, com o fim da prova de SUP (Stand Up Paddle) Race.

Atletas amadores e profissionais dos mais diversos lugares do Brasil – e até de fora -, competiram nas modalidades de natação no mar, corrida na areia, beach biathlon (corrida e natação) e stand up paddle. Nesta edição também teve categoria kids na corrida e natação.

Um destes atletas amadores, o nadador argentino Manuel Figueroa, veio de Buenos Aires só para participar do evento, concorreu na prova Classic – 2km de natação no mar – e elogiou a organização do evento. “Impecável. Valeu toda a viagem. Agora vou ficar mais alguns dias na cidade para aproveitar as belezas da ilha”, comemora Manuel.

A medalhista olímpica Poliana Okimoto, embaixadora do evento, também marcou presença na competição. Em sua primeira prova após a aposentadoria, Poliana confessa que não consegue ficar muito tempo longe da água. “O Rei e Rainha do Mar é como se fosse minha segunda casa. Não abro mão de participar, pois amo o clima familiar do evento”, explica Poliana.
A atleta também afirma que não treinou para a prova. “Apesar do beach biathlon ser um desafio para mim, pois envolve corrida, não treinei para a prova. Competir como atleta amadora me permitiu levar a prova com mais leveza”, afirma a atleta que chegou em segundo lugar na modalidade.

Apesar do vento intenso, Pedro Rego Monteiro, diretor executivo da Effect Sports – organizadora do evento – afirma que Jurerê Internacional tem sido uma acertada aposta. “Florianópolis e a praia de Jurerê têm tudo a ver com o Rei e Rainha do Mar. Não só as condições do mar e da areia, além da identificação do público com o esporte, mas também o clima da cidade, o apelo turístico e a estrutura hoteleira permitem que a gente faça um evento com qualidade”, explica Pedro.

Agora basta se preparar para a próxima etapa do evento. O Lago Paranoá, em Brasília é que recebe a segunda etapa do Rei e Rainha do Mar, no dia 27 de maio. É a primeira vez que o evento é realizado neste tipo de ambiente; ainda assim são esperados 2mil participantes.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*