Botafogo sugere torcida única contra Fla na Copa do Brasil. CBF ainda tenta Maracanã

Diante de intenção da PM em restringir a 5% carga de ingresso para torcedores visitantes, presidente alvinegro diz crer que o melhor seria apenas público mandante. Bandeira de Mello é contra

 Por : Felipe Siqueira*, Rio de Janeiro
Jogadores do Flamengo agradecem torcida na Ilha do Urubu (Foto: Divulgação).

O presidente do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira, levantou a ideia de que os clássicos contra o Flamengo pelas semifinais da Copa do Brasil sejam disputados com torcida única. A sugestão veio após o mandatário alvinegro tomar ciência da intenção do Gepe (Grupamento Especial de Policiamento em Estádios), da Polícia Militar, em determinar que, por questões de segurança, sejam disponibilizados apenas 5% de ingressos para a torcida visitante, em vez de 10%, como é o mais comum. Para o dirigente, diante desse cenário, é melhor que haja apenas torcedores dos clubes mandantes nos estádios.

– Se o Gepe confirmar esta posição de 5%, acho que a gente podia evoluir para torcida única. Porque 5% vai demandar um aparato de segurança e uma possibilidade de conflito muito maior do que se a gente tiver torcida única nos dois jogos. Isso é uma coisa que o comando da Polícia Militar podia refletir e fazer uma experiência. Acredito que em termos de segurança e presença de público nós podemos maximizar nosso resultado sem risco de conflitos no ambiente da partida – disse Carlos Eduardo Pereira após o sorteio dos mandos de campo das semifinais, nesta segunda-feira, na sede da CBF.

Consultado pelo GloboEsporte.com, o presidente do Flamengo rechaçou a ideia de torcida única para os confrontos:

– Sempre contra. Somos a favor da convivência pacífica e harmoniosa entre torcedores de clubes diferentes – disse Eduardo Bandeira de Mello.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*