É HORA DO DESFRALDE


 

Por Lívia Salgado
Psicopedagoga e diretora do CELS

                                              

Como tudo que se refere ao desenvolvimento da criança, a passagem das fraldas para o peniquinho, ou mesmo diretamente para o vaso sanitário, tem o tempo certo para acontecer. Não existe uma idade matematicamente definida para ocorrer o controle dos esfíncteres. No entanto, a criança está preparada para iniciar o desfralde a partir dos dois anos, quando o seu sistema neurofisiológico se mostra maduro para as novas atividades.

A primeira conquista da criança é o controle da urina durante o dia. Logo depois, consegue controlar também o intestino. Abandonar a fralda noturna é um processo mais longo, que varia de criança para criança, e que geralmente acontece antes dos três anos de idade.

Três etapas e estímulos podem garantir o sucesso do desfralde.

A primeira é iniciar a criança no hábito de pedir para ir ao banheiro, estando consciente de que seu desenvolvimento motor permite realizar movimentos como se sentar e levantar-se do peniquinho sozinha. A segunda é a compreensão e o domínio da linguagem a ponto de estar consciente do que lhe é solicitado. Evidentemente, a criança não emitirá a frase: eu quero fazer xixi! Algumas palavras-chave são suficientes para que o adulto auxilie a criança, sempre incentivando, mesmo que a tentativa não alcance o sucesso esperado. A criança deve perceber que o fato de ter solicitado ajuda já é um importante passo para a superação dessa fase. Por fim, a criança deve ter amadurecimento afetivo desenvolvido o suficiente para despedir-se do “bebê de fraldas” e ocupar o título de “mocinho ou mocinha, que já faz xixi como gente grande”.

Acidentes irão acontecer. Acontecem até com os adultos! Castigar a criança nunca, pois mesmo depois que a evacuação no sanitário se torne uma rotina em sua vida, ela ainda perde a noção do tempo: espera a dor apertar até resolver procurar o banheiro (principalmente se estiver numa atividade ou brincadeira interessante).        

O desfralde é uma etapa do crescimento tão importante quanto engatinhar, andar, falar.

Por isso, ter paciência é essencial para o sucesso desse momento. Com carinho, paciência, treino e ausência de cobrança e ansiedade, a criança incorpora naturalmente o novo hábito com sucesso.

Saiba mais sobre o Centro Educacional Lívia Salgado

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*